Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Secretário João Derly recebe atleta gaúcha transplantada

Publicação:

O fato do transplantado desenvolver uma atividade esportiva incentiva a doação de órgãos e o transplante
O fato do transplantado desenvolver uma atividade esportiva incentiva a doação de órgãos e o transplante. - Foto: Ascom/SEL

Na manhã de hoje (11), no gabinete da Secretaria do Esporte e Lazer (SEL), o titular da pasta, João Derly, recebeu o deputado estadual Fábio Branco, uma das atletas que representa o Estado nos Jogos Mundiais dos Transplantados, Liège Gautério e a professora de Educação Física, Débora Garcia. A importância do transplantado no esporte foi o tema do encontro.

“O fato do transplantado desenvolver uma atividade esportiva incentiva a doação de órgãos e o transplante. Através do esportista transplantado, se tem a certeza de que a vida pode continuar ativa”, enfatiza Derly. 

Vivendo com um pulmão transplantado, a gaúcha de Santa Maria, Liège Gautério, foi a primeira mulher brasileira a disputar um Mundial para Transplantados. Ela ganhou uma medalha de ouro e outra de prata na edição de 2015 dos jogos, realizados em Mar del Plata, Argentina. Conquistou o ouro na corrida de 100 m e levou a prata nos 200 m. Já nos Jogos Mundiais de Transplantados de 2017, na cidade de Málaga, na Espanha, Liège conquistou o ouro na corrida de 100m, ficando com o título de bicampeã mundial. Nesta competição também levou a medalha de prata no salto em distância e o bronze na corrida de 200m. Recentemente, em agosto de 2019, a atleta participou dos Jogos Mundiais para Transplantados em Newcastle, na Inglaterra. “Por meio do esporte podemos mostrar o quanto um transplante pode dar certo, o quanto a vida continua”, relata Liège.

Secretaria do Esporte e Lazer