Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Lançado o projeto Segue o Jogo, parceria da Secretaria do Esporte e Lazer e Cufa-RS

Publicação:

Ideia é mapear informações de projetos nas comunidades para um política pública mais assertiva
Ideia é mapear informações de projetos nas comunidades para um política pública mais assertiva - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O governo do Estado, por meio da Secretaria do Esporte e Lazer (SEL), assinou um termo de colaboração com a Central Única das Favelas (Cufa-RS) para mapear os projetos sociais esportivos voluntários desenvolvidos nos 23 municípios prioritários do programa RS Seguro. Dentro dessa proposta, nesta terça-feira (6/9), ocorreu o lançamento do projeto Segue o Jogo, no Salão Alberto Pasqualini no Palácio Piratini.

O Segue o Jogo disponibiliza investimento no valor de R$ 4 milhões, que serão aplicados na aquisição de kits de materiais esportivos destinados aos projetos sociais da Cufa-RS. Os critérios de seleção das entidades beneficiadas são os seguintes: agente esportivo individual (poderá receber até R$ 2 mil em materiais); coletivos informais (poderão receber até R$ 5 mil em materiais) e coletivos formais com CNPJ (poderão receber até R$ 10 mil em materiais). O modelo apresentado pela Cufa-RS define que parte do valor será distribuído igualmente entre os 23 municípios do RS Seguro, garantindo que todos tenham projetos contemplados e parte proporcional ao número de inscrições. Aproximadamente 1,5 mil entidades serão contempladas com o Segue o Jogo.

A secretária do Esporte e Lazer, Letícia Boll, destaca que a pasta criou o projeto com o intuito de democratizar e fomentar o acesso ao Esporte no RS. “A ideia é do Segue o Jogo é mapear o máximo de informações dos projetos esportivos nas comunidades com vistas a uma política pública mais assertiva no futuro. O Esporte é um grande aliado da Educação e da Saúde. Este projeto é um incentivo para que as entidades selecionadas possam desenvolver o trabalho que realmente muda a vida de muitas crianças e jovens nas periferias do Estado”, conclui Letícia.

A Central Única das Favelas é uma organização brasileira reconhecida nacional e internacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural que existe há 20 anos. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver. Ainda promove atividades nas áreas da educação, lazer, esportes, cultura e cidadania, como grafite, DJ, break, rap, audiovisual, basquete de rua, literatura, além de outros projetos sociais.

"O Segue o Jogo é um edital inovador que vai levar pela primeira vez na história do esporte gaúcho recursos e investimentos para a periferia. Além dos recursos vamos poder reconhecer quem vem fazendo a diferença nas comunidades", disse o o coordenador da Cufa de Frederico Westphalen, Roberto Torres Júnior.

Fonte: Ascom SEL e Palácio Piratini.

Secretaria do Esporte e Lazer